Total de visualizações de página

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

ABL: Cícero Sandroni lança o livro Batman não foi a Búzios

Notícias do Acadêmico Cícero Sandroni
Dia 8 de novembro, terça-feira, a partir das 18h30, no Petit Trianon, o Acadêmico Cícero Sandroni lança o livro Batman não foi a Búzios, da Editora 7 Letras.
04/11/2016

cero-sandroni-11

CARTA PARA RILVAN SANTANA - Eglê S Machado

Clique sobre as fotos, para vê-las no tamanho original

Caro amigo escritor Rilvan Santana:

          Venho para te agradecer pelo presente. Sabes o quanto amo livros e tiveste o cuidado de reservar para mim um exemplar do volume 3 da “Antologia de Poesias, Contos e Crônicas PALAVRAS ABRAÇADAS”, uma edição especial da laureada editora Scortecci que participou da 24ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo 2016.
          Muito bom o conto Cristais Quebrados da tua autoria, constante das páginas 145 a 149; li de um só fôlego, mas fiquei sem fôlego até o desfecho  e depois da leitura continuei sentindo dó pelo drama daquela família maravilhosa cujo segredo, guardado a sete chaves por muito tempo, sem necessidade alguma, causou  terrível tragédia. Arreneguei o gesto do personagem Dr. Fernando Consetti , que pagou pelo erro de invadir a privacidade da esposa ao abrir seu WhatsApp e acho  que o mesmo já devia estar desconfiando de alguma coisa e uma boa conversa a dois poderia ser a solução. Por fim, com um muxoxo exclamei: a curiosidade matou o gato... rsrsrs!
          Conheço e admiro toda a tua obra e para mim não foi novidade mais essa pérola literária.
          Continuei  lendo “Palavras Abraçadas”  e gostando de todos os trabalhos; para citar só um: parei na página 111 nas “Memórias de uma Infância” da Mara Margareth Zamingnani - e vi-me inserida no contexto.
          Teu autógrafo e tua dedicatória completaram minha alegria, muito obrigada pela delicadeza!
          Abraço.

         Eglê S Machado


          Itabuna/BA. 04 de novembro de 2016



* * *

ITABUNA, TERRA AMADA...

Clique sobre a foto, para vê-la no tamanho original
Foto ICAL

BELEZAS DE ITABUNA - Av. Firmino Alves

RUA DA AREIA – BERÇO DE ITABUNA


Em 1887, na margem esquerda do Rio Cachoeira, em frente à Ilha do Jegue, começou a surgir um aglomerado de casas que logo foi denominado de Rua da Areia. Ali estava localizado o primeiro comércio de Itabuna, com alguns fortes negociantes e compradores de cacau, aos quais veio juntar-se o Coronel José Firmino Alves, que iniciou a marcha para o progresso da localidade, que não tardou a chamar a atenção dos poderes públicos, que o anexaram como arraial ao Distrito de Cachoeira de Itabuna (terceiro distrito de Ilhéus).
Foi, portanto, a Rua da Areia, o berço que embalou Itabuna nos seus primeiros dias.

(Extraído do livro DOCUMENTÁRIO HISTÓRICO E ILUSTRADO DE ITABUNA de José Dantas de Andrade)

Observação de ITABUNA CENTENÁRIA-ICAL
: A Rua da Areia é hoje a bela Avenida Firmino Alves

* * *